Qual a diferença entre Brilhante e Diamante?



É bem provável que quando você vai até uma loja ou entra em algum site de Jóias para comprar um Anel de Noivado você se depare com o termo “Brilhante”. E você pensa, será que Brilhante é o mesmo que Diamante?! Da uma confusão né? Mas, vamos lá. Vou te explicar para você poder entender melhor!

Os dois termos são usados popularmente como sinônimos. Porém, não é algo totalmente correto, usar os termos diamantes e brilhantes caracterizando a mesma coisa não é totalmente apropriado. Pois, podemos dizer que todo brilhante é um diamante, mas nem todo diamante é um brilhante.

Para podermos entender melhor, “Diamante” é um nome dado à gema preciosa, à medida que, o “Brilhante” é exclusivamente um dos tipos de lapidação das pedras.

O Diamante é a gema encontrado na natureza, sendo  criada pela cristalização do carbono puro, através de altíssimas pressões e temperaturas durante milhões de anos.  É encontrada de e forma bruta como mostra na foto a seguir:



Eles podem ser vistas de várias maneiras e de várias cores e dependendo da pessoa, pode ate confundir o diamante com um pedaço de vidro! Para a gema de diamante ganhar aquele aspecto brilhante, ele passa por um processo de lapidação. Esse processo de lapidação evoluiu aos poucos ao longo dos anos até chegar ao corte mais conhecido como brilhante.




A lapidação brilhante tem um formato redondo em sua parte superior e o seu corte possui 58 facetas! E são essas facetas que exaltam ao máximo o brilho e a beleza do diamante.

A seguir podemos te mostrar melhor através da imagem a diferença do corte de um Diamante com lapidação brilhante com 56 facetas e o diamante com uma lapidação 8/8, que é uma lapidação que brilha bem menos. Essa lapidação é muito comum de ser utilizada em joalherias por muitos joalheiros brasileiros. Muitas vezes optam por usar essa lapidação para principalmente poder reduzir os custos da jóia. Por isso, é muito importante entender a diferença entre as lapidações.